Busca de petróleo no Ártico russo causa temor

Fonte do texto: Estadão

Foto: Greenpeace Brasil- Confirma a reportagem  “O Ártico é dos ursos polares”

 Os equipamentos que podem ser vistos na cidade russa de Severodvinsk – um na Praça da Vitória, outros dois em edifícios que pertencem à Agência de Prevenção de Desastres – parecem enormes relógios. Mais que mostrar as horas, eles indicam a radioatividade. São dosímetros e servem para tranquilizar as pessoas nesta parte da costa no noroeste da Rússia, na cidade que serve de base para os submarinos nucleares russos entre as viagens pelos mares do norte. Menos tranquilizador é saber que, um ano e meio atrás, um dos submarinos se incendiou.

 Durante décadas, essas frotas foram uma bênção e uma maldição na região, desprovida de infraestrutura. Agora, o noroeste russo tem outro motivo de esperança e uma nova fonte de perigo: o petróleo.

Os estaleiros de Severodvinsk, no Mar Branco, estão ocupados com canteiros para a montagem de plataformas de perfuração que vão operar no campo petrolífero de Priraziomnoye, no Mar de Pechora. Com elas, surgiu uma resistência inesperada e repentina da ONG Greenpeace Rússia. “Um eventual acidente na plataforma no Mar de Pechora contaminaria uma área que tem o dobro do tamanho da Irlanda”, adverte Roman Dolgov, diretor da ONG russa.

Leia mais…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Conservação e Proteção Ambiental, Geologia e Oceano Geológica, Notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s